Governo do Estado

Congresso Brasileiro de Redução de Riscos e Desastres - Rio 2017

Imprimir
Categoria: Página Inicial
Data de publicação Escrito por Assessoria de Informática

O II Congresso Brasileiro de Redução de Riscos e Desastres (II CBRRD), ocorrido entre os dias 11 e 14 de outubro de 2017, teve como objetivo geral a promoção do trabalho em rede e o intercâmbio de informações e troca de experiências entre as instituições públicas e privadas, universitárias ou institutos de pesquisa e instâncias governamentais das áreas afins, entre outros, por meio de palestras, oficinas, feiras, apresentação de trabalhos científicos, tendo como referência o marco de Sendai. 

 

A equipe do Centro Estadual de Monitoramento e Alerta de Desastres Naturais – CEMADEN-RJ participou do evento em referência. O Tenente Coronel BM Werner, a Major BM Sílvia Santana, o Cabo BM Camargo e a geóloga Aline Pimentel desenvolveram o trabalho intitulado: “Reestruturação da Rede Pluviométrica do Estado do Rio de Janeiro: Pesquisa, análise e Organização”, que versa sobre a melhor compreensão da rede observacional através do levantamento e georreferenciamento de todas as estações que configuram a rede de monitoramento atual, materializando-se pela construção de um mapa de inventário das estações pluviométricas e um mapa de adensamento e concentração destas estações, indicando a localização mais adequada aos novos aparelhos.

Com a participação da equipe do CEMADEN-RJ no II CBRRD, pretende-se implementar parcerias que propõem soluções para a temática de Redução de Riscos de Desastres – RRD, fomentando a inovação nas instituições por meio da cooperação, pesquisa e desenvolvimento tecnológico. Além disso, cria-se um fórum permanente que busque adquirir e discutir conhecimentos sobre RRD, para auxiliar na tomada de decisões e orientações de pesquisas em áreas afins, promover a troca de experiências entre instituições, aplicar métodos e práticas comprovadas como eficientes e factíveis com as necessidades locais, conhecer e divulgar legislações e normas vigentes em cidades, estados, órgãos públicos e privados, e promover uma ampla discussão sobre a temática.